quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Sesi inaugura posto avançado de saúde ocupacional no Cabo de Santo Agostinho

A meta é atender 1,2 mil indústrias com mais de 200 tipos de exames e consultas




O Serviço Social da Indústria de Pernambuco (Sesi/PE) inaugura, nesta quinta-feira (12), o posto avançado de saúde ocupacional no Cabo de Santo Agostinho. Destinado a atender as necessidades das 1,2 mil indústrias da região, o núcleo vai oferecer mais de 200 tipos de exames e consultas de medicina do Trabalho, exigidas pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). A meta é realizar 450 atendimentos mensais. O posto funcionará, das 7h às 13h, na unidade que a instituição possui na cidade (na BR 101 - Sul, Km 36, no Centro). Os atendimentos podem ser agendados pelos telefones (81) 3445.3800, ramal 1047, (81) 3521.0227 ou pelo e-mail saude.cabo@pe.sesi.org.br.


 “Com a iniciativa, pretendemos nos aproximar cada vez mais das indústrias das locais, especialmente as do Território Estratégico de Suape e dos municípios da Zona da Mata Sul, contribuindo para garantir a produtividade de seus trabalhadores e a competitividade de seus negócios”, afirma o superintendente do SESI/PE, Nilo Simões. Ele destaca que o núcleo irá beneficiar mais de 100 mil trabalhadores do setor produtivo, que atuam na região.


 Na unidade, equipada com materiais de última geração e profissionais qualificados, estarão disponíveis exames laboratoriais (sangue, urina, fezes, etc), eletroencefalograma, eletrocardiograma, audiometria (para medir a normalidade da audição), acuidade visual (para averiguar a capacidade da pessoa enxergar corretamente) e consultas ocupacionais, exigidas pelos programas de Segurança e Saúde no Trabalho (SST), prescritos pelo MTE. Além disso, as empresas que preferirem podem solicitar que o atendimento seja realizado em suas próprias instalações



Rochélle AlvesJornalista Sesi PernambucoAssessoria de Imprensa (81) 3412 8325www.pe.sesi.org.br



quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Praias do litoral norte de Pernambuco: Praia de Pau Amarelo


praia de Pau Amarelo pertence ao bairro homônimo do município de PaulistaPernambuco.
Corresponde à faixa litorânea ao longo da qual se estende a avenida Cláudio José Gueiros Leite (ou PE-01) ligada à Avenida Governador Carlos de Lima Cavalcanti pela Ponte do Janga. Trata-se, atualmente, de um bairro praieiro compreendido entre os bairros do Janga (ao Sul) e de Maria Farinha (ao Norte).


                                 FOTOS: /ARQUIVO GOOGLE


Paisagem e história[editar | editar código-fonte]Plena de coqueiros e de mar revolto, próximo à praia do Janga e, paradoxalmente, calmo à medida que se aproxima a praia de Conceição, Pau Amarelo tem como atrativo a formação de piscinas naturais em alto mar. Possui vários quiosques na orla e uma de suas atrações é o Forte de Pau Amarelo, construído em 1719. A praia foi cenário da invasão da Companhia das Índias Ocidentais, no século XVII e sua vizinha, a praia do Janga, assistiu à primeira batalha naval entre portugueses e holandeses, na foz do Rio Doce, que separa, atualmente, os municípios de Paulista e Olinda.


Fonte;   Wikipedia - a enciclopedia livre


segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Turismo: Conheça o litoral norte de Pernambuco ( I ) - praia do Janga



Fotos:  Arquivo Google

Ao se passar pela ponte que separa as cidades de Olinda e Paulista, basta olhar à direita para se ver um imagem de Iemanjá recepcionando e abençoando a todos, e à esquerda o manguezal que se estende por quilômetros rio adentro. O início da praia do Janga é conhecido como "Enseadinha": no local, até hoje existe um vila de pescadores. A praia do Janga é um importante ponto de encontro de grupos de cultura popular, como cirandeiras, maracatus, rodas de capoeira e outras manifestações populares que se apresentam no calçadão nos fins de semana.




Na orla do Janga, que se estende por cerca de 4 quilômetros, existem quiosques de água de coco e bares onde são servidos pratos preparados à base de frutos do mar, além de ser um ponto de encontro dos moradores, que, no início da manhã e nos fins de tarde, fazem caminhada e batem um bom papo no local. O mar do janga é calmo e tranquilo, proporcionando um banho de mar agradável. Na praia, são praticados esportes típicos de praia, como o vôlei, o futebol, o frescobol, além de esportes náuticos como pesca submarina, surfe, windsurf, caiaque etc. Durante todo o ano, existem vários eventos que são realizados na orla, como shows e feiras de artesanato. Nos fins de ano, os moradores instalam várias tendas em toda extensão do calçadão para confraternizar com os familiares e amigos, e receber o novo ano que entra.



Nos últimos anos, o avanço do mar estreitou a faixa de areia e, em alguns trechos, existe uma faixa muito curta de areia. Foram criados diques de contenção que ficam a aproximadamente 100 metros da areia, para diminuir o impacto das ondas na orla. Essa obra foi o ponto inicial da revitalização e urbanização da orla do Janga.


Acessos


1.   O acesso pode ser feito através de Olinda pela Avenida Governador Carlos de Lima Cavalcanti.


2.   Outra forma de chegar ao Janga é via Paulista, através das rodovias PE-15, PE-22 e PE-01. Para tal, basta seguir as placas indicativas em direção à região das praias
 

Fonte: Wikipedia


Professor Lupércio se reúne com Maria do Céu


Encontro serviu para reafirmar parceria entre o gestor e o Ministério da Cultura  


O prefeito de Olinda, Professor Lupércio (SD), se encontrou na tarde desta quarta-feira (4) com a chefe da Representação do Ministério da Cultura no Nordeste, Maria do Céu (PPS). Na conversa, o gestor pontuou que a sua principal ação na área neste início de mandato será integrar a cultura com o turismo da cidade. "Iremos trabalhar, por exemplo, para fazer com que o turista chegue e seja recebido por símbolos nossos, como o frevo, bonecos gigantes", afirmou.  

Na próxima segunda-feira (9), Maria do Céu estará em Brasília, onde participará de reuniões no ministério do Turismo e da Cultura, levando demandas da Marim dos Caetés e de outras cidades nordestinas. "É importante, principalmente neste início de mandato, que os prefeitos contem com a atenção próxima do ministério, e Olinda pode contar com uma interlocutora que vai somar e ajudar essa cidade histórica", explicou.
  


Militante da causa LGBT, Maria aproveitou para pedir que Lupércio olhasse com atenção para essa área. O prefeito garantiu que "a gestão será atenciosa para todos e que o respeito, acima de tudo, norteará as ações da Prefeitura".  

ENCONTRO COM VEREADORES

Nesta terça-feira (3), Lupércio esteve reunido com parte dos vereadores de Olinda, entre eles os que formam a nova mesa diretora da Casa. No encontro, foi reafirmado que a Prefeitura e a Câmara estarão em contato constante e trabalhando juntas para o melhor da cidade. Estiveram presentes João Pé no Chão (PMDB), Labanca (PTC), Irmão Biá (PSDB), Saulo Holanda (PTC), Márcio Barbosa PCdoB), Algério (PSB), Jesuíno Araújo (PSDB) e Ricardo Sousa (PMDB).  

Mais informações, Marcos Oliveira (984453568) e Márlon Diego (995897980)

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Cespe; a sua Saúde em primeiro lugar

A sua saúde em primeiro lugar: Cespe



CESPE É  uma empresa voltada na promoção da saúde individual e coletiva, buscando  a excelência em seu atendimento e executando os seus serviços com profissionais qualificados que exercem suas funções com responsabilidade, qualidade, ética e compromisso, satisfazendo a necessidade dos nossos clientes e parceiros.

MISSÃO

Atender com excelência as necessidades das empresas prestando serviços de qualidade.

VISÃO

Tornar-se uma empresa modelo em segurança e saúde ocupacional  pela sua competência, ética, preços, prazos e garantia da qualidade dos serviços.

VALORES

Valorização dos colaboradores; Transparência em seus serviços; Executar e satisfazer  a necessidade do cliente.


                                        SERVIÇOS PRESTADOS
·      

Consulta com médico do trabalho:  atestado de saúde ocupacional (ASO):

·        Admissional.  Demissional. Retorno. Periódico. Mudança de função.

Exames laboratoriais .  Exames complementares:

·        Eletrocardiograma * Eletroincefalograma * Acuidade visual * Audiometria *

 Espirometria * Raios x *Escleroterapia - aplicação em pequenos vazos * Laudos Psiquiátrico. * Atestado físico-mental.* Mamografia. * Prevenção  Oncológica. * Ultrasonografia

Assessoria em segurança no trabalho:

·        Visita técnica. * Elaboração dos programas: PPRA POMBO; PPP, LTCAT; CIPA  E CIPAT

Palestras:

·        Primeiros socorros e APH; Brigada e combate a incêndio. * EPIs e EPCs
Consultas com Especialistas:

·        Clínico Geral. * Ginecologista, * Otorrinolaringologista. * Geriatra. * Pneumologista. *Psiquiatra. * Cardiologista. * Nutricionista. *Psicólogo. * Outros

Prefeitura de Olinda se prepara para o aumento no número de turistas com a “temporada de navios”



De cada cruzeiro desembarcam cerca de três mil turistas que devem circular no Sítio Histórico


A nova gestão da Prefeitura de Olinda está iniciando entendimentos no sentido de estreitar o relacionamento com quem faz o turismo da cidade. A Secretaria de Turismo o Desenvolvimento Econômico e Tecnologia promoveu, na manhã desta quinta-feira (05), uma reunião com representantes de empresas e associações que realizam o translado de visitantes e passeios guiados no Sítio Histórico e incrementam o trade turístico da Marim dos Caetés. Na ocasião foram discutidos aspectos que necessitam ajustes e medidas que possam ser implementadas em curto prazo para recepção de turistas advindos da temporada de navios.



Foram colocadas em pauta questões como melhorias na sinalização turística, a promoção de atividades artísticas e culturais e a situação do estacionamento dos ônibus e vans que circulam em média com três mil turistas. A visitação deve ocorrer a partir do próximo dia 19, quando atraca o primeiro cruzeiro no Porto do Recife.



Participaram da reunião o secretário municipal de Turismo Desenvolvimento Econômico e Tecnologia, João Luiz, o presidente da Associação Brasileira de Agência de Viagens (ABAV), Marcos Teixeira, a presidente do Sindicato dos Guias de Pernambuco (Singturpe), Elizabeth Leite, e Guilherme Luck, dirigente da empresa Luck Receptivo.



O secretário João Luiz ressaltou que a cidade boa para o turismo é também aquela que é boa para o morador. “A nossa ação emergencial é melhorar a estrutura para a recepção do grande número de turistas que recebemos dos cruzeiros e para isso precisamos envolver outras pastas, como Transporte e Trânsito, Serviços Públicos e Patrimônio e Cultura”, afirmou.



O presidente da ABAV, Marcos Teixeira, destacou que o diálogo com o poder público é essencial, para discutir potencialidades turísticas que Olinda. “A gestão municipal mostra já nos primeiros dias uma postura de ser acessível e de ouvir as demandas dos profissionais do setor do turismo”.
Legenda da foto:



Da esquerda para a direita, Guilherme Luck (Luck Receptivo), João Luiz (Secretário de Turismo Desenvolvimento Econômico e Tecnologia de Olinda), Marcos Teixeira (presidente da Abav) e Elizabeth Leite (presidente do Singturpe). Foto: Aline Soares/Pref. de Olinda
Outras informações:



Fotos: Arquivo Google

Aline Soares - Secretaria de Comunicação de Olinda


(81) 99954.3024

-- Secretaria de Comunicação de Olinda(81) 3429.2751/ 3439.9364

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Sesi/PE encerra nesta sexta-feira (06) inscrições para as 400 vagas gratuitas deEnsino Médio e Profissional





Programa busca facilitar inserção profissional de jovens carentes no mercado de trabalho

 
O Serviço Social da Indústria de Pernambuco (Sesi/PE) encerra, nesta sexta-feira (06), as inscrições para o processo seletivo 2017 do programa Educação Básica articulada com a Educação Profissional (Ebep). A iniciativa, destinada às pessoas de baixa renda, possibilita que o estudante realize gratuitamente o Ensino Médio e um curso técnico para facilitar o início da vida profissional. São 400 vagas em oito cursos técnicos, que serão ministrados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Pernambuco (Senai/PE), parceiro do programa.

Ao realizar a inscrição, o candidato deverá escolher um dos seguintes cursos técnicos: Administração, Automação Industrial, Eletromecânica, Eletrotécnica, Logística, Mecânica, Química e Segurança do Trabalho. Confira na tabela abaixo, onde serão oferecidos os cursos técnicos.

Pode concorrer apenas pessoa de baixa renda, aluno da escola pública ou de escola particular desde que possua bolsa integral e/ou cujos pais ou responsáveis sejam registrados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. O candidato deve possuir até 17 anos completos em 31 de dezembro do ano passado e apresentar documento comprobatório de conclusão do 9º ano.

“Nosso intuito é formar uma mão de obra qualificada para o setor produtivo, ao mesmo tempo que facilitamos a inserção profissional do jovem, pois ao concluir os estudos, ele já estará com o certificado de formação profissional nas mãos”, afirma o superintendente do Sesi/PE, Nilo Simões. “Além disso, acreditamos que viabilizar uma educação de qualidade para a população menos abastada é o caminho mais seguro para a ascensão social”, conclui.

As inscrições devem ser feitas nas unidades do Sesi/PE, onde o aluno pretende estudar. São elas: Ibura e Vasco da Gama, no Recife; Cabo de Santo Agostinho e Paulista, na Região Metropolitana; Caruaru, no Agreste; Escada e Goiana, na Zona da Mata; Petrolina e Araripina, no Sertão. Os endereços e o edital estão disponíveis no site www.pe.sesi.org.br.

Provas – O processo seletivo ocorrerá dia 15 de janeiro, das 14h às 17h. Serão aplicadas provas de língua portuguesa e matemática, com 20 questões cada. O resultado final estará disponível, a partir do dia 24, nos sites www.pe.sesi.org.br e www.pe.senai.br e na unidade do SESI/PE onde o aluno pretende estudar. Mais informações pelo telefone (81) 3412.8555, pelo e-mail relacionamento@pe.sesi.org.br ou pelo WhatsApp (81) 9.8829.3330.
Onde estudar:


Local de Inscrição
Curso Técnico Disponível​
Escola do ​Ensino Médio
Escola do Ensino Técnico
Região​ Metropolitana do Recife
SESI Ibura (Recife)
​Automação Industrial
SESI Ibura
SENAI Areias
Eletrotécnica
SESI ​Vasco da Gama (Recife)
Mecânica
SESI ​Vasco da Gama
​SENAI Santo Amaro
SESI Cabo de Santo Agostinho
Eletromecânica
SESI Cabo de Santo Agostinho
SENAI Cabo de Santo Agostinho

​Eletrotécnica
Logística
Mecânica
SESI Paulista
​Química
SESI Paulista
SENAI Paulista
Zona da Mata
​SESI Escada
Eletromecânica
SESI Escada
SENAI Cabo de Santo Agostinho
Logística
SESI Goiana
Automação Industrial
SESI Goiana
SENAI Goiana
Agreste​ ​ ​
SESI Caruaru
​Eletrotécnica
SESI Caruaru
SENAI Caruaru
Mecânica
Sertão​​ ​ ​ ​
SESI Araripina
Eletromecânica
SESI Araripina
SENAI Araripina
Segurança do Trabalho
SESI Petrolina
Administração
SESI Petrolina
SENAI Petrolina

Rochélle Alves
Jornalista 
Sesi Pernambuco
Assessoria de Imprensa 
(81) 3412 8325
 

domingo, 1 de janeiro de 2017

conheça, Cachoeira, BA, a Cidade Monumento Nacional




Cachoeira é um município, no estado da Bahia, no Brasil. Situa-se às margens do Rio Paraguaçu. Está distante cerca de 120 km da capital do estado, Salvador. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, no ano de 2013 sua população era estimada em 34 244 habitantes. Sua área é de 395 quilômetros quadrados. Cachoeira é uma das cidades baianas que mais preservaram a sua identidade cultural e histórica com o passar dos anos, o que a faz um dos principais roteiros turísticos históricos do estado. Além disto, a imponência do seu casario barroco, das suas igrejas e museus, levou a cidade a alcançar o status de "Cidade Monumento Nacional" e "Cidade Heroica" (pela participação 



decisiva nas lutas pela independência do Brasil[7]) a partir do Decreto 68 045, de 13 de Janeiro de 1971, assinado pelo presidente Emílio Garrastazu Médici.

O apogeu da cidade foi durante os séculos XVIII e XIX, quando seu porto era utilizado para escoamento de grande parte da produção agrícola do Recôncavo Baiano, principalmente açúcar e fumo, produtos até hoje produzidos no município, em virtude do clima e solo propícios da região. No início do século XX, porém, a economia da cidade entrou em declínio, somente se recuperando no final do século, quando novas empresas se instalaram na região.



A significativa presença de africanos e afro-descendentes em interação com europeus de variadas nacionalidades em Cachoeira durante o período escravista é um dos fatores que originou a riqueza e diversidade da cultura popular em Cachoeira. Essa interação encontra-se presente no sincretismo religioso, com forte presença da cultura afro-brasileira e das manifestações do catolicismo. A cidade, hoje, é um baluarte cultural dentro da Bahia, o que se demonstra pelos seus inúmeros museus e movimentos populares.



  HISTÓRIA


Por volta do ano 1000, os índios tapuias que habitavam a região foram expulsos para o interior do continente devido à chegada de povos tupis procedentes da Amazônia. No século XVI, quando chegaram os primeiros europeus à região, a mesma era habitada pela tribo tupi dos tupinambás[8].




A fundação do povoado é atribuída ao célebre náufrago português Diogo Álvares Correia, o Caramuru.[9] Foi a iniciativa de duas famílias portuguesas, os Dias Adorno e os Rodrigues Martins, que possibilitou sua elevação a Freguesia de Nossa Senhora do Rosário em 1674. Devido à sua localização estratégica, um entroncamento de importantes rotas que se dirigiam ao sertão, ao Recôncavo, às Minas Gerais ou a Salvador, então capital da colônia, logo passou a se enriquecer e, em 1698, tornou-se a Vila de Nossa Senhora do Rosário do Porto da Cachoeira do Paraguaçu - o nome se dá por se situar próxima às quedas d'água presentes na cabeceira do Rio Paraguaçu.




O desenvolvimento do cultivo de cana-de-açúcar, da mineração de ouro no Rio das Contas e a intensificação do tráfico pelas estradas reais e da navegação do Rio Paraguaçu colaboraram para o rápido desenvolvimento econômico da região a partir do século XVIII. Já em inícios de 1800, a sociedade cachoeirana detinha grande influência política e participa ativamente das guerras pela Independência da Bahia

em 1821, constituindo a Junta de Defesa.[10]
vila foi elevada à categoria de cidade por decreto imperial de 13 de março de 1837 (Lei Provincial 44).
Cachoeira também é a segunda capital do estado, de acordo como a Lei Estadual 10 695/07. Todos os anos, no dia 25 de junho, o governo estadual é transferido para a cidade, num reconhecimento histórico pelos feitos da cidade em prol do país.[10][11]



Filhos Ilustres

























·         Ana Néri - enfermeira, chamada de "mãe dos brasileiros", por sua nobre atuação na Guerra do Paraguai.

·         André Rebouças - engenheiro e abolicionista.
·         Augusto Teixeira de Freitas - maior jurisconsulto das Américas.
·         Dona Dalva Damiana de Freitas - operária charuteira, compositora, líder do Grupo de Samba de Roda Suerdieck e integrante da Irmandade da Boa Morte.
·         Ernesto Simões Filho - fundador do jornal A Tarde.
·         Manoel Tranquilino Bastos - maestro e instrumentista.
·         Edson Gomes - músico e compositor
·         Edvaldo Brandão Correia - político.
·         Lídice da Mata - político.
·         Aristides Augusto Milton - político e juriSCONSULTO DAS Americas



Clima


Possui clima predominantemente tropical, com estações bem definidas. Está situada numa região geograficamente composta por vales e montanhas, a cidade fica ao nível do mar, sendo banhada pelo Rio Paraguaçu.


Educação


A cidade abriga o Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. A chegada de um dos campos da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e dos seus nove cursos de graduação à Cachoeira foi um importante marco para o crescimento e desenvolvimento da cidade. Atualmente, o CAHL funciona no Quarteirão Leite Alves (local onde existia uma fábrica de charutos no século XIX) e no prédio da Fundação Hansen Bahia.

Além da UFRB, existe um campus da Faculdade Adventista da Bahia, instituição instalada no ano de 1979 na cidade.


Atrações turísticas


Casa de Câmara e Cadeia Pública



Construída entre os anos de 1698 e 1712, a Casa de Câmara e Cadeia Pública situa-se no limite da parte plana de Cachoeira, posição estratégica para proteger o prédio das enchentes do Rio Paraguaçu. Por duas vezes, a construção foi sede do Governo Legal da Província. Foi nela ainda que Dom Pedro I foi aclamado Regente e Defensor do Brasil, em 1822. O sobrado possui elementos característicos do estilo barroco e mantém telas de importante valor histórico, como o "Retrato de D. Pedro II", de José Couto e "O primeiro passo para a independência da Bahia", de Antônio Parreiras. O prédio atualmente abriga a Câmara Municipal de Cachoeira e funciona como galeria e museu na parte interna inferior, onde antes se encontrava a cadeia. Atualmente a Câmara Municipal de Cachoeira é presidida pela Vereadora Adriana dos Santos Silva, que em 2014 passou ser a primeira mulher, e negra, a ocupar tão nobre cargo legislativo.


Copy desk - wikipedia a enciclopedia livre


Fotos:  Arquivo Google